Tempo de leitura: 2 minutos

Estou estressada! Quantas vezes você já disse ou ouviu alguém dizendo isso? Eu mesma, nos últimos 6 meses, tenho repetido essa frase pra todo mundo: do marido à manicure, “estou estressada” virou minha justificativa para tudo. E eu continuaria, se não fosse Susan David “aparecer” em minha vida.

Nunca tinha ouvido falar sobre agilidade emocional antes (conceito que virou livro). Para a minha surpresa, descobri que a Harvard Business Review elegeu como “ideia de gestão do ano” e que Amazon, New York Times, Fast Company, entre outras publicações, destacaram a obra como “Melhor livro de liderança do ano”. Ok, com fontes confiáveis, decidi conhecer melhor o trabalho da Susan David. E advinha? Me apaixonei!

“Emoções são dados, e não direcionamentos”

Segundo Susan, podemos aprender com as emoções, mas não temos que obedecê-las ou nos deixarmos dominar por elas. Com formação em psicologia clínica e lecionando na universidade de medicina de Harvard, Susan adquiriu a experiência necessária para comprovar, por meio de pesquisa, que distinguir e classificar as emoções é uma estratégia poderosa para alterar o seu potencial de prontidão.

Em outras palavras, assim como usamos dados para tomarmos decisões rápidas e assertivas no mundo dos negócios, o mundo interior (das emoções) também necessita de agilidade emocional para se reinventar e seguir em frente. E isso pode ser um diferencial competitivo no empreendimento mais importante do mundo: seu projeto de vida.

Então, eu não estou estressada?

Depois de conhecer melhor o trabalho de Susan, voltei minha reflexão para o meu mundo interior e descobri que meu estresse é consequência de outras emoções mais profundas e reveladoras. Medo e insegurança, por exemplo, são nomes melhores para rotular o que tenho experimentado em meu novo desafio profissional. Entender o que tem me causado medo e insegurança me permite reavaliar minhas escolhas e decidir como eu quero viver essa nova fase.

Segundo a própria Susan, “a coragem é o medo em movimento”. É isso. Estou em movimento, aprendendo coisas novas, saindo da minha zona de conforto, navegando em um mar de incertezas…Quem não ficaria inseguro? O pouco que li sobre agilidade emocional me permitiu refletir sobre vários aspectos da minha vida pessoal e profissional, e me deu insumo para escrever esse texto. Porém, vale destacar, que essa autoanálise nem de longe resume a obra da autora, que é profunda, delicada e reveladora.

Quer saber mais? Eu também! E estamos com sorte, porque a Susan estará no Brasil nos dias 05 e 06 de junho no Leadership Summit, evento organizado pela HSM que reunirá em São Paulo líderes das principais organizações do país.

Nos vemos lá?

Gabrielle Teco, Head de Vendas, Marketing e RH na Gesto Saúde e Tecnologia 

Jornalista de formação e curiosa por convicção, escrevo e palestro sobre coisas que me interessam. Técnica em nutrição, pós graduada em marketing, trabalhei por quase 10 anos em startup, passei pelas melhores universidades do país e já vivi uma experiência incrível em Stanford. Este ano assumi novos desafios na Gesto, uma scale-up com o selo Endeavor, e estou amando trabalhar por um propósito incrível: trazer sustentabilidade para o setor privado de saúde no Brasil!

Receba novidades por e-mail.