Tempo de leitura: 1 minuto

Rana el Kaliouby é cofundadora e CEO da pioneira empresa de tecnologia Affectiva. Financiada por capital de risco e uma das poucas empresas de inteligência artificial a efetivamente gerar receitas, a Affectiva vem humanizando a tecnologia por meio da inteligência artificial emocional (IA Emocional), que é capaz de compreender emoções complexas e matizadas, e de discernir estados cognitivos a partir do rosto e da voz.

A empresa construiu o maior repositório de dados emocionais do mundo, com mais de 4 bilhões de imagens capturadas de 6,9 milhões de rostos em 87 países. Um quarto das empresas “Global 500” da revista Fortune recorrem à Affectiva para testar publicidade e conteúdo de TV, bem como vários outros setores – incluindo a indústria automotiva, educação, saúde, jogos, vídeos de recrutamento de RH, saúde mental e serviços para autistas.

A IA Emocional caminha para tornar-se onipresente e logo interagiremos com nossas tecnologias do mesmo modo como interagimos uns com os outros: por meio de conversas, percepções e relacionamentos. A IA Emocional deverá tornar-se um mercado multibilionário nos próximos anos, transformando muitos setores da economia.

(Veja, por exemplo, o relatório recente da Gartner sobre este mercado: . Além disso, o novo site de Rana El Kaliouby lista uma tonelada de palestras e artigos, incluindo entrevistas em vídeo e documentários. Acesse http://www.ranaelkaliouby.com.)

Tópicos

• Vivemos em um mundo repleto de tecnologias hiperconectadas com espantosa capacidade cognitiva – elas têm muito QI, mas falta-lhes QE
• Sem inteligência emocional, os aplicativos, interfaces de conversação e veículos em que confiamos cotidianamente jamais chegaram a nos compreender de verdade
• Somos limitados no modo como nos comunicamos com nossa tecnologia e, portanto, no modo como nos comunicamos uns com os outros
• E se essas tecnologias se tornassem cientes de nossos sentimentos e estados mentais? Seu carro notaria seu rosto cansado e ofereceria para assumir o volante… Seu telefone perceberia que você está deprimido e lhe prestaria ajuda… – só para citar alguns exemplos

Receba novidades por e-mail.